Desabafo...

Meninas... quanto tempo! Depois de vários dias longe volto aqui com o coração mais calmo e para partilhar com vocês a crise de noiva que passei - e ainda ando passando - nesses últimos dias. São coisas bem íntimas, mas ainda assim resolvi partilhar aqui no blog pois faz parte da minha experiência como noiva: Eu estou MORRENDO DE MEDO de casar! Prontofalei! É sério, comecei a pensar nisso e quase surtei! Eu comecei a pensar que a cerimônia e a festa de casamento são apenas uma pequena parte de um todo muito maior que virá, que é a vida de casada em si... e isso ainda me assusta muito! Comecei a ficar com medo de deixar a minha casa... e quando digo minha casa é a MINHA casa mesmo... pra quem não sabe eu moro sozinha e pensar que vou deixar minha casa, me desfazer das minhas coisas é assustador! Porque não se trata de sair de casa, no caso a casa dos pais e saber que ela vai continuar lá, que sempre que quiser ela estará lá, do mesmo jeito! Não! No meu caso a minha casa vai deixar de existir, não vou ter pra onde voltar, vou abrir mão de tudo! Eu sei que não vou ter mais a minha e sim a nossa casa... mas ainda assim é uma sensação desesperadora! Eu adoro ter minha casa, do meu jeito, onde eu faço o que quiser... se eu quiser encher a casa de amigas num sábado a noite pra comer brigadeiro de panela e falar mal dos homens eu posso, se eu quiser dar uma festa em plena quarta feira a tarde eu posso, se eu quiser trazer 6 primas pra passar uma semana aqui só engordando, fazendo bagunça e enchendo o banheiro de cabelos eu posso! Se eu quiser passar o fim de semana todo vendo Jogos Mortais do I ao VII e sobrevivendo a base de pipoca eu posso! Se eu quiser gastar 80% do dinheiro destinado as despesas do mês em produtos de limpeza que deixam a casa muito cheirosa e limpinha e a geladeira vazia eu posso! Se eu quiser ter só Danoninho na geladeira eu também posso! Se eu quiser treinar violão de madrugada eu posso - baixinho, claro, que os vizinhos precisam dormir! Se eu quiser viajar sozinha pelo mundo eu posso! Se eu quiser deixar meu quarto todo lilás e cheio de florzinhas eu posso! Se eu quiser andar sem roupa eu posso! Se eu quiser tomar dramim e dormir o dia todo eu posso! Estão entendendo? E, querendo ou não, casada tudo isso vai mudar... e eu estou morrendo de medo dessas mudanças! Sério, fiquei arrasada, a ponto de ouvir falar de casamento e chorar... alguém perguntar se já achei o vestido e meus olhos se encherem de lágrimas. Pensava numa mesa do bolo e parecia que tinham me dado um soco no estômago! Sério, fiquei tão arrasada que mesmo amando muito o Marcos pensei em desistir de tudo! A angustia tomou conta e aí só vinham pensamentos ruins... E se eu não estiver pronta? E se eu não quiser isso mesmo? E se eu ainda quiser ser solteira por um bom tempo? Li no blog da Camilla Cândido um trechinho de uma linda música do Renato Russo que diz assim "de quem deixou a segurança do seu mundo por amor"...  É realmente muito difícil deixar a segurança do nosso mundo... e olha que não sou medrosa, já me meti numa aldeia indígena no meio do Mato Grosso, sem tradutor, sem autorização da Funai, sem muitos contatos e me virei, deu tudo certo e fiz amigos de até hoje... mas casar está me fazendo tremer nas bases...
E hoje? Bem, hoje eu estou um pouco mais calma, conversei dessas coisas com o noivo, com minha mãe e com uma amiga muito especial e bem, a angustia continua mas estou mais calma... Tipo assim, estou dentro de um furacão mas estou tranquila...
Tinha horário marcado na La Fiancée e tinha até esquecido... daí a mulher me ligou pra confirmar e eu fui, o maior objetivo não era achar o vestido e sim ver como eu me sentia de noiva, como estaria minha vibe... e bem, se eu for mesmo me casar creio que o vestido já me achou! =)
E hoje também fui ao lançamento da Coleção Verão 2012 do Fernando Peixoto - recebi o convite em casa, muito chique! - e fui mais uma vez para observar meus sentimentos, consegui até me desligar um pouco das angustias e falar do meu casamento com alegria e expectativa.
Mas é isso, meninas... estou com MUITO MEDO de casar, acho que parei de pensar na cerimônia e na festa e comecei a pensar mais no depois, na vida que vai mudar... tenho 10 meses até a data marcada para o casamento, tenho vários contratos fechados, tenho um noivo que amo muito e que sei que me ama também, tenho várias dúvidas, e sei que preciso amadurecer muita coisa dentro de mim para encarar minha real vontade e minha decisão, se de fato quero e vou me casar ou se realmente não estou pronta ainda... O que não quero é chegar na porta da "igreja" ou aos pés da minha árvore e estar com o coração angustiado e a cabeça em dúvida... quero chegar feliz sabe, plena, certa, sem medo...
Sei que seria um caos desistir de tudo agora... acabou, não vai ter mais casamento! O mundo ia desabar na minha cabeça, o Marcos ia ficar muito triste... mas eu ainda acho isso menos ruim do que sair correndo vestida de noiva ou casar com medo, com dúvida, insegura...
Esse desabafo é um desabafo mesmo... ufa, muito difícil de fazer mas acho que me deu um alívio... será que nisso também vocês vão me entender? 
E quero deixar bem claro que não tenho nenhuma dúvida de que amo demais meu noivo! Ele não é perfeito porque ninguém é mas ele beira a perfeição! O amor que sinto por ele é muito grande... mas não posso ignorar que estou cheia de medo...
Pra quem aguentou ler esse post gigante até o fim o meu mais que MUITO OBRIGADA!!! E se puderem comentar, melhor ainda... ajuda e muito!

Beijos
Lud

24 comentários:

Carla disse...

Oi Lud, minha linda se vc for la no meu blog e ver os arquivos, vai cansar de ler posts falando dos meus medos.
Acho que todas nós temos dúvidas quanto a vida de casada. Eh algo novo e todo mundo tem medo do novo, é normal!
Claro que a coisas que devem ser pesadas sim, mas isso cabe somente a vc pensar e refletir para saber se tudo isso vale realmente a pena.
Eu tb amo d mais meu noivo mas morro de medo do casamento. Eu nunca lavei uma roupa, nunca limpei casa,embora saiba cozinhar e goste eu nao preciso fazer, não sei nem passar uma calcinha... na minha casa tenho uma mordomia que sei que não terei mais ao casar. Se eu não fizer ninguém irá fazer por mim... e isso me deixa muito angustiada e em duvida.
Então, tenha certeza que cada noivinha que deixar um recadinho aqui pra vc vai falar que isso é absolutamente normal.
Todas estamos em um mesmo barco querida.
Um bju grande e melhoras.

Ca.

** Marii ** disse...

Oii Lud... quanto tempo Flôr! Tbm estou super sumida do blog, mas observando tudo que acontece por aqui...! Os meus motivos eu explico depois... E quanto a você, o que posso dizer é que tudo na vida passa... eu sinto saudades de muitas coisas que já vivi, de encher a casa de amigas pra fofocar, de acampar no verão, de tomar banho de chuva, das viagens com um monte de primos e primas... mas tudo passa! São fases da vida que não esqueceremos nunca, mas são fases... a tendência é sempre passar para a próxima! Cabe agora você pensar direitinho, refletir meeesmo, pra não cometer um erro e depois se arrepender...! Mas sinceramente, eu acho que isso é só uma crise que toda noiva passa (algumas com mais intensidade, como no seu caso). Confesso que senti algo parecido recentemente, pouco antes do noivado (sim, finalmente fiquei noiva.. rsrs... depois conto tudo no blog)... às vésperas do noivado, senti medo, angústia, dúvida... incerteza... Mas já ouvi muitas noivas dizerem que bate o desespero mesmo... então, mesmo aflita, tentei manter a calma, na esperança de que tudo ia passar... e realmente passou, não foi num estralar de dedos, mas passou... Sei que são casos diferentes, até porque moro com meus pais, e sonho muuuito em ter minha própria casa, formar uma família! Mas talvez o que vc está sentindo seja mesmo uma crise temporária... Reflita bem... Tudo na vida tem os prós e os contras... Sim, a vida de casada lhe trará grandes mudanças como estas que você citou, será uma nova fase, bem diferente de tudo o que vc já viveu... mas lhe trará muitos benefícios, o de formar uma família, viver todos os dias ao lado da pessoa amada, construir uma vida juntos... Mas você precisa realmente ter certeza de que quer isso agora! Meu conselho é refletir bastante, conversar com o noivo, amigas intimas... e pedir orientação de Deus! Talvez essa crise passará logo logo... Bjoks e boa sorte!!

** Marii **
http://taosonhadocasorio.blogspot.com/

Marcela Lima disse...

Bom dia, Lud!
Olha só, sei que seu amor pelo noivo é incontestável. Agora vc tem que ver se está realmente preparada pra casar.
Quando fiquei noiva há quase 3 anos, eu não estava preparada. Passada aquela euforia do pedido, no dia seguinte me senti meio estranha. Deve ter sido a sensação que vc está sentindo agora. Um monte de coisa aconteceu e adiamos nossos planos de casar naquela época. Graçs a Deus, pq se tivesse casado naquela época, de repente estaria vivendo uma grande crise no casamento (q de repente poderia até culminar em divórcio). O tempo passou e decidimos marcar a data no ano passado. Aí sim! Desde o primeiro momento, me sentia mto feliz por estar realizando o sonho de casar com festa E pela possibilidade de ter meu cantinho só pra mim e para o Eduardo.
Lud, inseguranças qto ao csamento, qto às mudanças q estão por vir é super normal. Medo de casar é outra coisa. Vc tem que avaliar o que está sentindo. Se for medo e dúvidas mesmo, acho que vale até a pena adiar um pouco os planos.
Sobretudo vc deve casar muito certa do que está fazendo e muito feliz! Caso não esteja, fale com seu noivo q vc ainda não está preparada e adie os planos. Vcs se amam e não será isso q afetará a relação de vcs.
Boa sorte!!!
Bjssss

Paulinha disse...

Haiuahiua
Juro q to rindo pra não chorar!!
Faltam 39 dias pro meu casamento... então multiplique todos esses seus medos e angústias por 1000!! Rs...
E como a Carla disse aqui, eu tenho mta mordomia em casa, meus pais sempre investiram nos meus estudos, nunca me exigiram nada do tipo lavar, passar ou cozinhar. E daqui 1 mês eu vou ser A responsável por tudo isso em uma casa!!
Eu namoro há 6 anos, então eu não tenho dúvida que QUERO casar, e esse é o desejo que meu coração GRITA agora... mas isso não significa que temos que estar 100% confiantes de tudo! Minha ansiedade já tá na velocidade 5 do créu (e se inventarem a 6 ela chega lá já já!), eu tive crises de ansiedade sérias ano passado e tenho mt medo delas voltarem. Mas tenho (temos, gata...) que pensar no que nosso coraçao diz e deseja...
E pensa... O casamento e tudo o que ele implica é algo inevitável! Pensa positivo querida, que tudo vai dar certo!
bjs!

Chininha disse...

Oi Lud,

Vc sabe que tudo isso que está sentindo é natural!! Toda mudança causa alguns medos e tremores. Entretanto, tudo isso faz parte das nossas escolhas.
Segui um caminho diferente do seu, namorei 10 anos, estava morando sozinha no flat quando ele decidiu morar comigo. Na hora pensei, é agora ou vai ou raxa...
O primeiro ano é difícil, porque seus defeitos fica na cara do outro, como o dele tb vc observa, mas tudo isso é contornável e pequeno quando se ama. Tive muito dos medos e sensações que vc está tendo, hoje olho tudo isso com saudade.
De tudo isso, o maior medo foi quando engravidei. Tive medo de ser uma péssima mãe e de perder todo o meu espaço e liberdade. Quando minha princesa nasceu, disse ao Zé: "Achava que era feliz, como fui tola. Agora estou conhecendo a verdadeira felicidade", nunca fui tão feliz. As coisas passam mudam, mas quando essas mudanças são para sermos ou nos sentirmos mais felizes olhamos tudo que ficou com saudade e vemos que o AGORA é que te faz mais feliz que antes.
Essa mudança é pequena para o tanto que vc será feliz na sua nova casa e com ele.
bjus

Chininha disse...

Linda me passa seu email, preciso te perguntar uma coisa sobre o seu dia de noiva. Meu email é chininha_@hotmail.com

bjos

Carine disse...

Lud!!! Precisamos MESMO nos encontrar e conversar com calma. Já passei por isso também. Mas no meu caso passou. Não sei dizer se vai acontecer de novo, ou se já estou 100% segura. O que acho é que não pode haver dúvidas sobre o amor. Se há amor de verdade dos dois o resto é moleza de resolver. Vamos aproveitar sua casa de solteira um monte e comer brigadeiro até de madrugada!!!!

Beijoooooos!!

Thalita disse...

Lud Florzinha, esses medos e angustias são mais normais do que você pode imaginar! E as vezes, tomam conta mesmo das pessoas. Mas fica tranquila, porque você não é a única. Já que você está pensando no casamento propriamente dito, por que não pensar de uma maneira diferente? Ao invés de pesar que vai sair da sua casa, pode pensar que vai ter uma pessoa que você ama e te ama também, do seu lado ao dormir e ao acordar, todos os dias. Que ao invés de viajar sozinha, você vai ter um companheirão pra essas aventuras. Que quando estiver vendo filme de terror e bater aquele medinho, ele vai estar do seu lado pra apertar a sua mão!
Claro que casamento não é um conto de fadas, mas são momentos como esses que eu citei, que os tornam agradáveis e que fazem todo medo e insegurança serem tão insignificantes, a ponto de nem lembrar-mos que estão ali.

Beijo!
http://anoivamaisfeliz.blogspot.com

Sabrina Mix disse...

Oi, Lud!

Adorei ter te conhecido ontem, linda! Uma pena que você está com todas essas angústias no coração e nem dá pra gente conversar sobre isso durante um desfile, né?! Mas precisando, estamos aí, ok?!

Olha, você já pensou em manter seu apartamento atual? Ou arrumar um cantinho menor, para chamar de seu e só seu? Eu estava vendo Sex and the City 2 esses dias e fiquei pensando nisso. Comprei um apartamento e estou pagando desde 2007, ele está com entrega prevista agora para dezembro e foi coincidência eu decidir me casar em maio. Antes de casar, eu queria morar pelo menos 2 anos sozinha, mas também não queria me casar muito velha. Não condeno quem se case com mais idade, mas eu tinha o sonho de casar aos 29 anos e já passou tem um tempinho... Resolvi não adiar mais este sonho e, sinceramente, sempre fico me perguntando em como seria minha vida morando sozinha. Sou uma pessoa que curte a própria companhia mais do que qualquer coisa neste mundo e simplesmente abri mão disso, como na música, por um sonho e um amor.

Mas de repente você pode entrar num acordo com seu namorado de ter esse seu cantinho, só seu, para ficar mais à vontade, receber suas visitas, fazer o que der na telha. Ele, se te amar de verdade, vai entender isso. Assitam Sex and the City 2 juntos e veja a reação dele quanto ao assunto.

Beijos e sucesso!!!

Dani disse...

oI QUERIDA! Tbm já passei por algumas angústias (com menos intensidade, rsrs)e ainda hoje estava pensando em tudo que vou deixar pra trás. Mordomias (não financeiras, mas de afazeres domésticos rsrs) o cheirinho e o colo da mamãe toda noite...além de pensar que meus pais tbm ficarão sozinhos!! Sou filha única e tudo gira ao meu redor...enfim...como outras meninas falaram na vida passamos por várias fases...é essa é mais uma na sua vida...estará abrindo mão de uma para viver outra com emoções boas e tbm ruins! Relaxe e curta sua condição de noiva...o resto deixe nas mãos de Deus!Ele sabe o que faz nestas horas...
Beijosss

Glaucia disse...

A gente não pode pensar muito nisso senão surta, né? kkk
Eu tb moro sozinha (com meu irmão, dá no mesmo) em uma cidade diferente da dos meus pais ha 8 anos. Faço as obrigações da casa na hora que eu quero, não me preocupo com o que terei que fazer no almoço ou no jantar, não tomo café da manhã em casa... Vc não é a unica que passa por esse drama.
Pense assim: se eu não casar com esse homem maravilhoso que me ama, não caso com mais ninguém. E fala sério: quer ficar solteirona para sempre?
Temos que conversar a respeito disso com nossos amados, para que eles (nem nós) não entrem em um casamento esperando uma coisa que não terão. A vida vai mudar, e muito. Meu noivo é muito organizado (agradeço à minha sogra), e já falei com ele que a cama é obrigação dele arrumar de manhã! kkk Mas ele também foi acostumado a acordar todos os dias e achar café na mesa, pão fresquinho e frutas picadinhas. E também tem o privilégio de almoçar em casa todos os dias! Já avisei: seus dias de mordomia estão acabando! kkk saio para trabalhar bem antes que ele, não almoço em casa e se almoçasse, não teria tempo de organizar as coisas. Aí ele pediu: mas ao menos jantar vc vai ter que fazer pra mim todos os dias! kkk tenho que abrir mão, né.
Como vários celebrantes dizem nas cerimônias de casamento: case-se para fazer o outro feliz, e não para te fazer feliz. Se os dois pensarem assim, a união e o amor serão eternos!
bjos!

Naity disse...

Lud Querida! Também moro sozinha e morro de medo de casar!! Na verdade, meu medo é de não conseguir dividir, compartilhar... Quando li seu post me imaginei porque minha casinha tá do meu jeito...No dia que meu noivo chegou com o playstation, cerveja e amigos, tremi na base!! Acho que faz parte, né? É o novo, o que não estamos acostumadas! Mas, vai ser como tem que ser e tudo é um grande aprendizado! Talvez, casar seja pra gente (que mora sozinha e é meio independente) aprender a dividir, a amar e a esquecer um pouquinho da gente, né? Abraço forteeee e virtual!! =) Bjooo

Janaína Queiroz disse...

Lud nossa fiquei nem sei dizer o que com o seu relato!!! Não fica assimmmmmmm!!!! Imagino como deve ser até pq ainda falta 2 anos pro meu casamento, mas acho que não adianta só quando estivermos na situação é que saberemos como é! No mais a única coisa que posso te dizer: fique bem, sinta todas as emoções, respeite seus sentimentos, coloque tudo na balança e tome as decisões que a faça plenamente feliz, mesmo com todas as dificuldades que enfrentamos por conta de nossas decisões! Um grande abraço! Bjinhos

Laís Marques disse...

Luuud não vou negar pra vc que até no dia do meu próprio casamento eu estava morrendo de medo de casar. Acredito que todas as minhas lágrimas foram de alegria e ao mesmo tempo de alívio por está realizando meu sonho.
Os primeiros dias na casa nova eu tava me sentindo muito só, mas logo logo com muita coisa para arrumar td passou! E ñ vou negar que a melhor coisa do mundo e arrumar a casa tda para quando o marido chegar curtir aquela preguiça com ele.hihihihi...

:D

:*

Naty disse...

Lud, primeiro preciso falar que tava com saudades de vc, de verdade!!!
Olha, acho que medos e angustias todo mundo tem, é normal! E sabe qual foi a melhor coisa que eu fiz? Um " test drive" !! Eu e o Marcos moramos juntos ja tem 1 ano, o inicio foi bem difícil, depois demos super certo e ai décimos casar! Pensa nisso e eu estou torcendo pra sua decisão ser a que te faz mais feliz!!
Bjosss

Marta Helena ღ * disse...

Coragem, coragem!!!
Estamos com vocês!!
=D

Nívia disse...

Complicado... Mas acho que toda mudança assusta. É difícil sair da zona de conforto.
Imagino que não é fácil mesmo construir uma vida a dois mais acho que vale a pena. No final das contas um vai suportar o outro nos momentos bons e ruins. Acho que o que vc está passando é normal.
Tente focar agora no amor de vcs pq o amor é o mais importante.
vai dar td certo.

Linn disse...

Eu e o boy compramos um apê na planta com meio ano de namoro. Loucura? Claro, a gente mal se conhecia, e tem gente que com 20 anos de casados ainda se surpreende com as atitudes do outro.
A um ano da entrega do nosso apê passei por tudo isto q vc passa. Um casamento formado com todos os alicerces que eu levava como modelo pro meu acabou-se em 5 meses e eu entrei em crise no lugar do casal amigo que tirou de letra o término de tudo.
Não era aquele fim que eu queria pra mim. Conversei muito com meu namorado, abrimos nossos corações, pesamos prós e contras, falamos das nossas manias, aspirações, liberdades e a gente resolveu ser confidente / companheiro / cumplice / amigo / amante / sócios... e respeitar a liberdade, o tempo de isolamento do outro, tempo de silêncio, tempo da sonequinha, tempo dos amigos, tempo nosso...
E aprendi muito no curso de noivos da São Pio.
Peça pra Papai do Céu acalmar seu coração e te dar inspiração.

Bjs

EVELLINE disse...

Desabafos sempre trazem muitos comentários rsrsr porque? Porque todas passamos pelos mesmos medos, angústias e aflições. A beira de uma grande mudança, tudo parece ter uma dimensão muito maior. Mas a verdade é uma só, para o crescimento ser verdadeiro temos que nos despojar de nós mesmos pois crescimento exige mudanças de conceitos, de pensamentos enfim um despojar para juntos construir uma nova família. Isso não quer dizer ser submissa, não ter mais vontade própria e sim SOMAR.
Ainda não havia copmentado, momentyo muito oportuno pois também estou passando por esta fase. Beijos

Melina Senson disse...

Calma Lud... Certeza de que as coisas só acontecem quando tem de acontecer... Creia, acredite e confie que tudo dará certo!!!
Beijosss

Ana Paula disse...

Oi Lud,

Amei o conselho....vou atrás.

bjus

Elisa Maia disse...

Oi, Ludmila,

Primeiramente, obrigada pelo seu comentário no meu blog e pelo seu apoio à causa do casamento para todos. :)
Segundamente, quero te contar que também tive crise pré-casamento, tive muitas dúvidas, fiquei meio desesperada também, pensando nessas coisas todas que você falou. O que ajudou foi conversar com meu noivo sobre isso. Depois do casamento, passei (e ainda estou passando um pouco) por uma espécie de luto pelas coisas das quais abri mão: saí da casa da minha mãe, onde deixei meu quarto, minhas coisas, e principalmente meus gatos, pra ir pra um quartinho onde tenho que dividir tudo com meu marido: armário, banheiro, cama, tv, tarefas... Claro que eu já sabia que era isso que me aguardava, mas mesmo assim rola um processo de se acostumar com a nova vida, de lamentar algumas perdas e mudanças. Mas isso é natural. :) Melhor sentir essas coisas agora do que depois, ou nunca. É uma adaptação, uma maturação. Com certeza nos fará pessoas melhores. :)
Bizarro seria se você não sentisse medo frente a um passo tão importante na vida!
Beijos e fique bem! :)

Tarciane Amorim disse...

Obrigado pelo carinho e por participar desse momento tão único para nós, espero contar com vcs sempre!

Tarciane Amorim

Paulinha disse...

Ooooooooooi, florzinha! Você tá sumidinha, hein? Espero que esse momento 'socorro o que que eu faço?' já tenha passado. Acho que sei o que você sentiu. Às vezes me pergunto se quero mesmo casar, mas depois penso no quanto gosto do BEM e o pensamento ruim vai embora. Isso é normal. Tudo o que é novo assusta, né? E nós, mulheres, sempre teremos um motivo para nos assustar. kkk
Adorei seu comentário. Agora tô me achando a princesa de BH. kkkkk

http://socorrominhairmavaicasar.blogspot.com

Postar um comentário