Assunto Difícil

Meninas, o assunto de hoje é triste, muito triste e difícil para mim... Estou escrevendo como um desabafo mesmo, afinal, quando criei este blog a ideia era falar sobre esse momento dos preparativos do meu casamento, registrar não só minhas buscas e escolhas de fornecedores, mas também minhas emoções e sentimentos... Algumas vezes já me expus, mas não me incomodo... a boca fala daquilo que o coração está cheio. E hoje o meu coração está cheio de tristezas...
Vocês, que são noivas ou recém-casadas, conseguem imaginar o que é não ter a sua mãe ao seu lado no seu casamento. E por vontade dela? Eu não preciso imaginar, é isso que estou vivendo. A minha mãe é alcoólatra, ela bebe desde que eu tinha 5 anos de idade e convivi a minha infância e boa parte da adolescência com esse vício destruidor. Não vou citar a quantidade enorme de problemas, sofrimentos e tristezas que tive durante toda a vida devido a esse problema. E foram muitos, os mais terríveis.
Devido ao alcoolismo eu não tive minha mãe nos momentos em que mais precisei, isso doeu e ainda dói muito, são ausências em momentos que jamais se repetirão. Entre idas e vindas, internações, períodos de abstinência e recaídas, ela teve outra recaída agora, há 84 dias do meu casamento... E pela minha experiência, pela quantidade de decepções que já tive, eu sei que dia 08 de setembro ela não estará lá. E não sei o que é pior, se é o fato dela não estar ou dela ir, beber muito, dar vexame e ainda arrumar confusão com o companheiro dela que também bebe e é extremamente possessivo e violento.
Ao longo de mais de um ano de noivado, infelizmente, eu não posso dizer que minha mãe tenha ficado ao meu lado, me apoiado, sido presente, me ajudado... Não digo ajuda financeira não, isso nem entra na minha lista de coisas que me faltaram. O que me faltou foi ela se interessar pelo casamento, perguntar, querer saber, dar opinião, participar... No dia mesmo do noivado o companheiro dela arranjou uma confusão tão grande horas antes que por pouco não pôs tudo a perder. E ela nunca pergunta como estão indo os preparativos, nem como estou, nem se preciso dela pra algo... Ela foi comigo 1 vez comigo ver espaços para a festa, em uma degustação de doces e um dia na procura de vestidos... e mesmo assim ela só foi porque EU pedi, EU chamei, EU marquei num dia que ela pudesse, EU fui busca-la e leva-la na casa dela, EU aguentei as chateações, as brigas e os telefonemas irritantes do companheiro dela... dela mesma não partiu uma iniciativa sequer. Ela nunca falou: “filha, você já tem vestido? Quer ajuda pra escolher”? Todas as vezes eu é quem fui atrás dela... e muitas vezes estava falando toda empolgada sobre alguma coisa do casamento e ela me interrompia como se não estivesse ouvindo nada e começava a falar de alguma briga que teve com o companheiro.
Me dói muito dizer isso, eu sinto muita inveja – não inveja má, de querer mau,  mas inveja de tristeza mesmo, de mágoa – quando vejo relatos de outras noivas contando como as mães as ajudam, que a mãe fez isso ou aquilo, que sugeriu alguma coisa, que fez lembrancinhas ou um simples docinho pro Chá de Panela. Eu não tive e nem tenho nada disso. E isso dói demais meninas, demais mesmo.
Eu já chorei muito, já conversei muito com meu noivo e com Deus... e é nas mãos Dele que entreguei tudo. Afinal, não há mais nada que eu possa fazer. Tudo que vocês imaginarem eu já fiz e já tentei. Já a acompanhei em tratamentos, já fui guarda-costas dela, já chorei, me descabelei, fui compreensiva, paciente... enfim, em 26 anos de luta eu me sinto esgotada. Desisto, entrego os pontos e reconheço: eu não posso obriga-la a parar de beber e menos ainda a se importar comigo e participar da minha vida. Essa é a triste realidade...
Eu choro só de me imaginar de noiva sem ela ao meu lado... choro porque a importância que ela tem na minha vida, eu não tenho na dela. O amor incondicional que sinto por ela, não é recíproco. O espaço que ela ocupa na minha vida é imenso e eu quase nunca tive espaço na dela.
De tão desesperada, pensei em desistir da festa... mas, depois vi que não seria justo nem comigo nem com meu noivo que tanto amo e que sonha tanto com esse momento também. Peço que até lá Deus me acalme e conforte... estou tentando não perder o foco dos preparativos e viver esse momento tão especial da minha vida... mas estou triste, muito triste.
Ludmila

38 comentários:

Alana Tenório disse...

Oi Lud... é um assunto muito complicado esse né... E eu até me senti meio "culpada" pq falei de minha mãe lá no post e não sei se isso ajudou vc a fazer esse desabafo... A gente que nunca passou por isso nem imagina tudo isso que vc falou, ngm sabe nem nunca saberá o que vc passa nessa situação... Mas tenha fé em Deus sempre... sua parte vc já sabe que fez, sei que vc será uma mãe maravilhosa, eu vejo seu carinho com as crianças qd vc posta sobre elas aqui no blog... Sei que essa falta que sua mãe faz na sua vida vc não vai querer pros seus filhos, então tudo que ela não foi, vc será!! Acalme seu coração, reze, que Deus te dará conforto... =)
Bjus!

Rebeca Brito disse...

Eu não sei nem o que te dizer, pois dificilmente isso ocorre com a mãe da gente, enfim... Fiquei emocionada ao ler seu relato, pois não consigo imaginar minha mãe ausente de minha vida, principalmente no dia do meu casamento.
Bom, te desejo forças, que você seja forte, muito forte mesmo e que seu casamento seja repleto de alegrias e que tudo dê certo...

Beijo

http://negrasnoaltar.blogspot.com

Daiane Rodrigues disse...

poxa lud até chorei agora, triste mesmo eu so sinto um tiquinho disto ai... na parte do pai, mas pai é comum mesmo.... agora mae não da pra imaginar a dor mesmo... mas sabe o que eu penso, Deus mão vai te3 dar uma cruz que vc não pode carregar, não desanime do seu casamento, do seu grande dia, confia em Deus, entrega pra ele mesmo tudo isso e ele vai fazer sempre o melhor.... Bjs e fé. ahh não desista da sua mãe, Deus nunca desiste de nós, e por mais que ela seja assim, mãe é uma só, não importa como ela é, como dia a minha mae PS: faça enquanto você pode e enquanto a pessoa esta vida, porque depois não adianta chorar.

http://tudopodevirarrealidade.blogspot.com.br

Luanna disse...

Lud, é dificil pra mim escrever qualquer coisa...mas não poderia deixar de registrar minha solidariedade...
eu não conheço vc pessoalmente, mas acompanho seu blog há um tempo, e tenho muiiito carinho por vc, porq sinto q vc é especial...
Eu não conheço essa sua dor, conheço a dor da perda, da saudade, da distância e da ausência de alguem especial..mas não conheço a dor dessa luta q vc enfrenta, mas posso imaginar...
por isso quero q vc saiba q entregar nas mãos de Deus a vida da sua mãe, é melhor q vc faz...Ele é a melhor pessoa pra cuidar dela..não q vc não possa fazer sua parte, mas não se puna por não conseguir tira-la dos caminhos que ela escolheu e q a aprisionam...viva seus sonhos e suas alegrias, sem se sentir culpada por ter a chance de ser feliz e de celebrar sua felicidade ao lado do homem q vc ama...torça pela sua mãe, apoie ela noq ela precisar, mas não se esqueça q o Deus q cuida d vc, cuida dela tbm...
E olha tudo dá certo no final..se ainda não deu certo é porque ainda não acabou!

Se precisar de uma amiga virtual (ou pessoalmente, adoraria te conhecer) pode contar comigo!
Seu casamento será lindo e vc merece q ele seja lindo..acalme seu coração e tente aproveitar!

Beijinhos
Luanna (finalmentenoivaa.blogspot.com / luannajosy@gmail.com)

Kelly Leite disse...

Flor, posso dar uma resposta meio egoísta?
Você tem a desculpa de que isso acontece por conta da bebida e por ela não ter a cabeça bem feita.
No meu caso, moro com minha mãe, hoje em dia tenho mais amizade com ela, mas, ela sem ter essas desculpas de doenças e afins, não se preocupa com o meu casamento.
Ela se empolga quando é oba oba, mas as leitoras do meu blog, por exemplo, conhecem mais meu apto do que ela. Ela nunca foi visitar, e não foi por falta de convidar.
Tipo, tudo tem mais prioridade do que a filha dela. Tudo!
Enfim... eu tb me sinto triste, demais, a diferença é que não tenho algo pra culpar.

Fica calma. Curta seu momento.
Você vai sim ficar triste no dia da festa e sentir a falta dela, mas lembre-se que Deus está te dando agora a oportunidade de começar do zero, de ter e constituir a sua própria familia. E um dia, sem duvida alguma, você terá seus filhos, e saberá exatamente o que fazer ou o que não fazer :)

Fica com Deus...
beijos

Ana Paula disse...

Ai Lud..é realmente difícil.
A gente sempre quer ajudar, mas veja por outro lado. O alcoolismo é uma doença e você mais do que ninguém sabe o qto é difícil.Não adianta a gente querer, o doente tem que querer se curar.
Sei que não é fácil..eu tbm não tenho tanto apoio assim da minha família como gostaria, nos preparativos do meu casório.
É só eu e meu noivo pra tudo..e estamos passando por situações muito difíceis..tbm já pensei em desistir..e estamos passando por provações, mas vamos passar por mais essa.
Coloque nas mãos de Deus!!
Deus é misericordioso, que Deus possa te confortar, acalmar seu coração, sejamos fortes e corajosas!!
Devemos confiar nele..porque o que é impossível aos olhos dos homens, pra Deus, nada é impossível viu.

Força!!
O dia tão sonhado de vocês está chegando!!
E vai ser lindo!

Se cuida,

bjss

Ana Paula

Vanessa e Daniel disse...

Poxa, Lud, não posso imaginar a sua dor! Mas, Deus é o melhor guia nessas horas! Com certeza, em todos os momentos que a sua mãe faltou, ele estava segurando a sua mão!
Não desista!
Bjos!

***Jaque*** disse...

Flor,
Eu sei que deve ser muito difícil não imagino sem minha mãe na minha vida e tudo que ela fez e faz por mim mas tenho problema com meu pai e eu não tive a presença dele no meu casamento não por bebida mas por outros problemas pra mim também não é fácil ter meu pai por perto,mas agora você vai ter uma família pensa nisto pense que quando tiver seus filhos você vai ser para eles o que ela não foi por você.
Vou rezar por vc para que tudo se ajeite.

Beijoss/!!

Paulinha disse...

Ludmila, florzinha. Dizer que entendo sua dor seria mentira, mas quero deixar aqui meu ombros(olhos) amigos sempre que precisar.
Infelizmente a vida nos coloca em situações que nunca gostaríamos de passar. Amigos, relacionamentos passam, mas família fica e por mais difícil que seja entender, ela é presente de Deus. Você pode estar pensando:
- A Paula tá louca? Como pode ser presente depois desta história que contei?
Nós não entendemos os planos de Deus e como você mesma disse: está nas mãos dEle.
E é nas mãos dEle que encontramos solução e alívio.
Pode parecer estranho como Ele 'encontra' maneiras de nos ensinar.
Foi sofrido? Dolorido? Amargo? Triste? Sim!
Mas isto tudo fez você se tornar esta mulher: forte, determinada, sonhadora.
Dói? Claro! Fica triste? Lógico! Você é de carne e osso como qualquer mulher. Isto é normal.
Mas o melhor de tudo é que você lutou, mostrou para sua mãe que estava do lado dela e queria o melhor.
Agora deixa Deus agir.
Ore! Ele nos ouve e não nos desampara.
Estarei orando por vocês!

http://socorrominhairmavaicasar.blogspot.com.br/

Rebeca disse...

Como as meninas já disseram, esse seu texto nos deixa sem palavras. Da Pra perceber pela seus posta e suas historias até aqui que você é uma pessoa muito forte e tenho certeza que superará mais essa. Aproveite esse momento de felicidade com seu noivo e com quem ama vocês. Com certeza esse amor será maior que qualquer decepção. Boa sorte!

Renata disse...

Poxa Lud,triste mesmo!
Mas a vida tem altos e baixos e cada um tem um problema,uma situação delicada na vida.Só tenho a te dizer que sua mãe pode não estar lá,mas Deus está com você todo o tempo,e sabe de toda a sua angústia e mesmo que não sinta,Ele sente sua dor!Então,lance toda sua angústia nas mãos dEle e espere o conforto do Pai,que te ama muito!

Fica com Deus!
Beijocas!

Janaína Queiroz disse...

Lud,
eu sei que nada que diga diminuirá sua dor mas alivie o seu coração, acredite na força que vc tem dentro de vc! Mesmo com todas essas situações que viveu, vc teria todas as desculpas para não ter feito nada da vida, porém vc extraiu forças, que com certeza muitas vezes não soube de onde e em meio as dificuldades, conquistou cada vitória em sua vida!
Com certeza a maior de todas as vitórias será a construção de sua família ao lado do seu noivo, então extraia mais uma vez essa força que vc tem, não duvide nunca de sua força, e se alegre muito por ser essa guerreira que mesmo diante de tanta tristeza, encontrou o amor verdadeiro e irá celebra-la de forma muito e tranquila e feliz, pois é isso que realmente importa!
Conte comigo!!!

Bjinhos

janeewesser.blogspot.com

Marcela Pontes disse...

Oi, lindona.
Pessoas depressivas e dependentes químicas têm um grau de egoísmo enorme. Não duvido que sua mãe te ame mto, mas ela é tão egocêntrica, que só enxerga na frente dela os problemas dela, a vida dela.
Tb tive milhões de problemas nos meus preparativos, mas com o tempo consegui criar uma proteção ao meu redor, que me tornou bem egoísta, sabe?
Não tô falando egoísta no mau sentido, mas como percebi que os outros não tinham sensibilidade de entender o momento pelo qual estava passando, simplesmente passei a colocar minha vida e meu casamento na frente.
Por mais doloroso que possa ser, faça isso tb. E outra: Deus sabe das coisas. De repente, a recaída da sua mãe poderia ser na sua festa e ela e o companheiro poderiam estragar o dia mais feliz da sua vida. Sei que deve ser muito difícil não ter a mãe no seu grande dia, mas antes não tê-la e a festa ser um sucesso, do que ela estar presente e destruir seu casamento.
Tem pessoas que não conseguem conviver em público,infelizmente.
E outra: a partir do seu casamento, seja mais egoísta ainda. Viva a sua vida e tente não absorver mais as loucuras dos outros. Daqui a pouco, vc fica doente e não vai adiantar nada.
Fica com Deus e que vc seja MUUUUUITO feliz!!!!
Bjksssssss

Anônimo disse...

Oi Ludmila,
Ssempre leio seu blog mas nunca comento por nao ter ID, blog e tal... mas hoje tive vontade de escrever... eu tb nao pude contar com a minha familia durante os preparativos do casorio... meus pais ate foram na cerimonina e na festa, mas nao se envolveram em nada na organizacao... pra vc ter uma ideia, minha mae viu o vestido pela primeira vez no dia do casamento, quando eu ja estava vestida esperando pelo carro que me levaria para a cerimonia. Tive meus momentos de tristeza em razao disso, mas me concentrava no que valia a pena... meu noivo lindo(agora marido) que me apoia e me enche de amor em todos os momentos, a familia fofa dele, que me recebeu de bracos abertos, meus amigos queridos, minha irma etc.
Sua mae tem uma das doencas mais dificeis que existem. Tenha certeza que ela nao faz isso de proposito.
beijos

Wal Barros disse...

Assunto difícil mesmo... Olha só, você está fazendo o que pode, eu sei que é triste, mas as pessoas não mudam só porque é melhor e a gente quer... Tenho certeza que várias pessoas especiais estão participando com você nos preparativos do casório e é nisso que você tem que focar sabe? No que te traz felicidade. E bola pra frente que já já tem casório! Beijos

Jessica Araujo disse...

Oiii Ludd...
Não sei nem o que falar....pois realmente não vivi isso..
Meu pai foi alcoólico, mas graças a Deus ele se curou disso.
E vc tem Deus, o nosso Paizão... aquele que sempre estará no nosso..
E se Ele te permitiu a tudo isso, é por que está nos planos Deles.
Talvez se sua mãe fosse a pessoa que você gostaria que fosse, vc nem estaria aqui, talvez nem tivesse conhecido seu noivo, talvez nem fosse casar.
Mas os planos de Deus é apenas Ele que conheçe, e nós como meros humanos não queremos mudar...
A sua mãe pode não ser nada do que vc deseja, mas vc tem ela, as vezes ainda pode compartilhar algo pra ela...
E vc tem um noivo maravilhoso, que te apoia em tudo, que te ajuda com o casamento..
e vc... eeu te admiro...
Trabalho com jovens que vivem a mesma situação que vc... mas elas tem a vida destruída por causa disso.. e vc... é uma mulher forte, sonhadora, batalhadora, lutadora.... e te admiro muito por isso....
Por isso levante a cabeça, olha na sua frente o que você já conquistou, ou que está conquistando..
Não desista da sua mãe, mas não faça dela algo pra ser triste em sua vida...
E lembre se "O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã." Salmos 30:5.... Sempre


E pode sempre contar comigo, sempre que precisar ou não precisar...
E acredito com o blog não é apenas pra relatar as nossas conquistas, mas tbm pra nos desabafarmos, contar nossas tristezas... pq afinal...quem lê aqui... é pq se identificou com vc e esta disposta a te ajudar..

Dani disse...

Oooo lindona!! Nunca terei as palavras exatas pra te dizer, pois só vc sabe o quanto isto marcou a sua história, a sua vida e as consequências dela. O que eu posso te dizer é que Deus está sempre ao seu lado, está te guiando e amparando. Foque nas pessoas que estão sempre ao teu lado, que demonstram amor por vc...peça muito à Deus para que te ilumine e oriente nas suas ações independente se ela estar ou não lá no seu grande e maravilhoso dia.
beijos

Alexandra Moreschi disse...

Querida Lud,

Imagino a sua tristeza, nem consigo me imaginar casndo sem a ajuda da minha querida mãe. Ela foi meu anjo da guarda em todos os momentos, e me fez a noiva mais feliz do mundo.

Mas tem uma frase que ela me fala que serve perfeitamente para vc hoje e sempre. Seja exemplo daquilo que vc quer que sejam com vc, a doença da sua mãe será venciada pelo seu amor e seu explemo de família e de mãe.

Bjs

Anônimo disse...

Olá,
Como pode olhamos esse lindo sorriso e não imaginamos como um coração pode estar sofrendo,isso é força... muita força.
Por mais que tente colocar as palavras mais carinhosas sei que pouco ameniza sua dor, mas saiba que a nossa cruz e do tamanho que podemos carregar nem mais nem menos, na medida.Isso não e só um desabafo e uma lição, que em meio a pedras podemos seguir nosso caminho e nos tornar pessoas de bem.Por isso não desista nem desse dia maravilhoso nem msm da sua mãe,pq a vitoria vira e terá sabor de mel. Minha mãe tem uma associação que cuida de pessoas com vicios e posso te falar quando for o momento dela tudo se transformara.
Deus te abençõe LINDO CASAMENTO .... FORÇA

Rosi Silva disse...

sei que aqui não falata palavras de carinho e conforto pra vc por que todas aqui te adoram e muito , nem sei o que dizer mais oque sei de verdade é que você vai ser muito feliz que Deus vai te abençoar te dar força para superar essa provação na sua vida, sei que umas falam coisas sem querer mecher conosco mais como sei que mesmo assim a gente sente... aquela coisinha no coração apertando .. tenho uma coisa pra você minha amada procura essa musica eu a amo e ela meche muito com migo escuta ela e faz orações a Deus eu vou colocar seu casamento vc e sua mãe em minhas orações para que tudo dê certo e que ela te orgulhe no seu grande dia ela não vai dar vechame nem nada simplesmente vai ser a Mãe da Noiva a segunda mais linda de toda a festa e que vai te dar todo o conforto necessário torço muito por vc e sua felicidade*

MÙSICA:sonda-me,Usa-me (Aline Barros)

Beijos fica com Deus tudo vai dar certo*

Bruna disse...

Linda oque te dizer? Você que em poucos comentários trocados comigo me mostrou ser uma noiva com um coração do tamanho do mundo!!!
Não merecia isso mesmo. Mas Deus sabe de tudo,acredite,por mais que n entendamos as suas vontades ele sabe! Muitas que tem suas mães presentes nos preparativos e em qualquer outro momento da vida não aguentariam passar por isso.Deus só dá aquilo que agente consegue suportar! Você é forte,muito mais doq pensa!!
Curte o SEU MOMENTO!! É O SEU CASAMENTO! O SEU DIA!! nada vai estragar isso,NADA viu bem????
Seu sonho ta chegando linda....com mãe ou sem mãe ele vai chegar! E dó eu tenho dela,por n compartilhar e ver sua filha linda de noiva se casando!!!
Um beijo no coração ♥

Josélia Rodrigues disse...

É incrivel como a história das outras pessoas comovém aqueles que nem as conhecem.
Comovi com sua história, e sei que nem imagino o que você passa... Mas sei que DEUS conhece cada lagrima e pedacinho da tristeza e decepção que vc sente, só Ele pode te confortar. Então não desanime, o que você sonha será seu, e você será muito feliz...
E se você colocou nas mão de Deus, Ele sabe o momento certo para cada coisa, e de todas as coisas!
E desejo muitas felicidades!

Camila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camila disse...

Leitora anônima, essa sou eu. Leio sempre, entro todos os dias (sim, sim TODOS os dias) para ver se tem novidades. Não comento, não escrevo nada, mas me delicioso com os seus posts, divido com você os sentimentos de ser noiva (caso em dezembro) e hoje o seu relato me tocou. Sabe, Lud, não acho que sua mãe não se importe com tudo é que, infelizmente, a doença do alcoolismo (hoje é considerado doença!) priva a pessoa de qualquer envolvimento social, emocional ou psicológico, tamanho é o efeito devastador que a doença causa. Tenho certeza de que, em alguns momentos, ela sente essa distância e essa tristeza de não conseguir participar! Não to defendendo não, mas acho que a melhor forma de ver a situação é vendo como doença mesmo e não como opção.

De qualquer forma, como eu li em algum coments anteriormente, a cruz nunca é maior do que podemos carregar. Nunquinha, nunquinha e por mais que não entendamos agora, o objetivo principal está nas mãos de Deus, que não erra nos caminhos que nos coloca.

Tenho certeza que toda essa situação te fará uma mulher melhor e, caso você tenha filhos, uma mãe melhor. Mais presente. Mais tudo. Isso é aprendizado, não é mesmo?

Força no buque, minha flor. Ergue a cabeça, respira fundo e lembra do noivo, gatissimo na roupa de noivo, lá no altar, te esperando para uma vida novinha em folha, cheinha de bons momentos.

Beijinhos!

Flávia Marçal disse...

Flor, te entendo... meu pai é alcoolatra e viciado em drogas, então eu nem sabia se ele ia estar lá para entrar ao meu lado.. mas olha, por mais que isso doa... não deixe isso atrapalhar o SEU GRANDE DIA!!! Esse é para ser o dia mais feliz da sua vida viu? Independente dela. Ainda que ela não vá, lembre que vc estará cercada de pessoas muito especiais que amam muito vcs!!! Pessoas que são como família viu? Minha família tb nunca foi estável... então acabei buscando essa figura de família em outras famílias... e encontrei nas amizades verdadeiras irmas/amigas/mães... com certeza vc estará cercada de amor nesse dia!!! Pessoas que dão a maior importância para vcs!!! e se ela não for, quem vai perder será ela!!! Deixa isso pra lá e curte o SEU dia, que será perfeito!!! Um beijo amore, se precisar de qq coisa, pode contar viu? Beijossss

Melina Senson disse...

Lud.... Tento entender o que se passa, mas falr que sei é mentira, pois tem uma coisa que eu sempre digo que é: só quem passa sabe! Pois é... Também tive e tenho problemas incontáveis na minha vida, dentro de casa e sofro quando penso que minha mãe não é minha melhor amiga... Talvez pelo fato de morarmos juntas, nos vermos de vez em quando, tenha um significado diferente, mas te entendo... Sofre não... Deixe que o que tiver de acontecer aconteça e pense que tudo na nossa vida é pro bem, pro melhor que nós poderíamos ter (por mais que não preceça).
Qualquer coisa, estou à disposição por e-mail ou no blog. Saiba que é muito querida, mesmo não te conhecendo pessoalmente...
Beijo

Sabrina Mix disse...

Lud,

Imagino a barra que esteja passando, vivo situação semelhante com meu pai (talvez por esse motivo ainda não tenha conseguido escrever o "casei" da entrada da noiva). São momentos únicos que a gente sabe que passa e não voltam mais e é claro que gostaríamos de dividi-los com aqueles que mais amamos. Infelizmente, nem sempre é possível.

A única coisa que posso fazer por você agora é torcer para que você tenha forças para enfrentar tudo isso e que seu Big Day seja repleto de amor. Você é 10!

Beijos e sucesso!!!

Naity disse...

Nossa Lud! Não sei nem o que dizer. E também não poderia dizer muito. Mas, uma coisa eu posso...Rezar! Vou rezar por você, seu noivo e, principalmente pela sua mãe. Abraço forte!!!

Fabi disse...

Difícil dizer alguma coisa... chorei com suas palavras. Realmente essa é uma doença que machuca muito a família. Imagino que sua mãe sofra também, mas a doença é mais forte que ela. Mas nem de longe posso imaginar a sua dor. Força! Porque Deus sabe o que faz, e todo esse sofrimento não poderá te destruir. Seu casamento será especial e abençoado, estarei aqui rezando para você.
Beijo grande!

Flávia Marçal disse...

Flor tem selinho pra vc lá no blog!!! Bjssss

Ana Paula disse...

Oi Lud,

Me afastei do blog por um tempo...quando volto quis logo passar nos blogs das noivinhas que amo e vim aqui.... queria poder estar em Brasília, para poder de dar um abraço. Te ajudar a tentar passar por isso com a menor tristeza possível. Muito triste imaginar tudo que vc tem passado e tudo que vc queria viver com ela.
Não sei muito o que dizer e o que fazer para te ajudar, vou Orar e pedir muito a Deus para acalmar teu coração. E que Ele possa de alguma maneira ajudar sua mãe.
beijão

MaNu HeLeNa disse...

Também estou com problemas sérios na família, e ainda não tenho um relacionamento com minha mãe!!Eu fico triste choro mas não adianta e melhor olhar para você paras seu noivo e seguir em frente !!

Iara disse...

Lud cheguei atrasada e só hj li seu post desabafo. Olha gêmea somos parecidas em mais uma coisa. No meu caso é meu pai q é alcoolatra e nem vem no dia do casamento. Minha mãe não é alcootra, mas NUNCAAAAAAAAAAAAAA quis saber de nada do casamento. Jamais ajudou, perguntou, apoiou nada em relação ao casamento. Nem sabe o local vou casar. Foi comigo ver o vestido pq implorei e ficou de cara fechada lá o tempo todo. Ela e minha irmã tem tempo para tudo, menos para mim. eu já chorei, já senti inveja das outras noivas, já pensei "pq logo eu tenho uma familia assim", mas já tem um tempo q resolvi dar a mesma importancia q elas me dão....ou seja, viver a minha vida sem esperar nada delas, pois nunca terei mesmo. Te digo q desde então sou mais feliz, pois como n espero nada n fico triste. Deixa elas cuidando de suas vidinhas q a gente cuida da nossa!!!!!! Tenho certeza q outras pessoas estão te apoiando, assimo como no meu caso, q são minhas amigas q me apoiam. Não deixe q isso tire o brilho do seu rosto jamais!!!!!!
bjão

Letícia Lourenço disse...

A querida fiquei sem palavras diante disso, também ja passei por bocados na vida não vou contar tudo mais praticamente sou filha adotiva minha mãe faleceu quando tinha 2 anos e meu pai nunca conheci pois vivia preso por causa de drogas e também faleceu já faz uns 7 anos fui criada por minha avó, ela é carinhosa só que tem um companheiro que meu Deus do céu.... enfim não posso mais morar com ela pois ele não gosta de mim e minha mãe "não vive sem ele" dai estou na casa do meu noivo, e pra piorar meu pai de criação não quer entrar comigo por causa da mulher dele, isso me deixa também muito triste pois os meus verdadeiros não estão aqui né e aqueles que ficaram no lugar deles nem tão ligando pra mim.... Mais tudo bem coloco nas mãos de Deus e fico confiante que irá dar tudo certo naquele grande dia e vc também tem que pensar em vc, Pois vai dar sim tudo certo será um dia lindo e irá se esquecer desses momentos tristes, aproveite curta cada momento pois vc merece!!
Não sei se ajudo oque disse mais senti necessidade de contar... Bjs BJs e fica com Deus

Marta Helena ღ * disse...

Amiga olha quantas pessoas te amando sem mesmo lhe conhecer...
Imagina só quanto amor está sendo destinado a você, inclusive por quem está ao seu lado...
Não se preocupe, Deus será por ti!
Am♥ muito e pra sempre!!!

Lívila disse...

Ludmila,
Já entrei aqui tantas vezes, mas hoje tinha que escrever. Não fique triste! Sei que é difícil ler isso e você foi muito corajosa de escrever aqui abertamente. Mas é sério... Não fique triste! Pense no quanto és abençoada por ter um noivo companheiro e estar realizando o sonho de tantas mulheres. Pelo pouco que já li do seu blog, pude perceber que você é uma pessoa especial e por isso mesmo desejo que seu dia seja lindo, repleto de emoções boas, de carinhos! Tente se cercar das pessoas que ama neste dia e sentir a energia positiva delas. De qualquer modo, eu acho que se for possível você deveria levar sua mãe. De repente peça à cerimonialista para acompanhá-la... No meu caso, meu pai não irá ao meu casamento e a mãe do meu noivo não participa de nada! Minha mãe participa mais me ouvindo e conversando sobre as coisas que eu desando a contar (noiva só fala disso né?!). Mesmo assim, nada disso tira o brilho da nossa felicidade e acabo dividindo-a com outras pessoas, como minhas amigas. Você tem tantas, só virtualmente olha quantas já arranjou! rs... E lembre-se de que o mais importante você já tem: um amor pra vida toda. Grande beijo!!!

Gabriella Carter disse...

Lud, só posso rezar para que essa tristeza saia do seu coração e que Deus te acompanhe no seu caminho...

Forte abraço...

Bride Blessed disse...

Lu, só posso de dizer e te dar uma coisa: vou orar por vcs! Eu oro todos os dias, mesmo, e tenho uma lista de pessoas por quem eu oro. Vou me comprometer com vc e com Deus de orar por vc. Deus te abençoe meu bem. Beijos, B

Postar um comentário