A noiva e a mãe

Oi meninas... como foram de fim de semana? Sorteio do amigo secreto bombando! Só posso dizer que ameeeeeei a minha amiga!
E hoje, véspera da véspera de natal, estou bem emotiva, então...
O post de hoje é daqueles bem pessoais e intensos pra mim... (Favor não copiar esse. kkkkkkk! Só as fortes entenderão! =P)
Mas ironias a parte... voltando... o post de hoje fala das minhas emoções... já me disseram pra não me expor tanto aqui no blog... mas quer saber? Isso aqui é uma terapia pra mim. Eu sei que acabo me expondo, mas isso me faz bem, me ajuda e posso dizer que já fiz amizades sinceras aqui. E recebi muita energia positiva de pessoas que eu jamais imaginei conhecer... então, se não faz mal, vou continuar...
A ideia desse post surgiu ao ver as fotos do making off da minha irmã... ela se arrumou com minha mãe... e fiquei muito feliz e ao mesmo tempo um pouco triste. Difícil de entender, eu sei, mas nem é. Eu fiquei muito feliz por elas... e tristinha porque quando foi o meu casamento eu não pude viver esse momento. 
Quem me acompanha sabe que na época do meu casamento a minha mãe não estava bem, até um dia antes do meu grande dia eu nem sabia se ela iria... ela foi, fiquei muito feliz; foi lindo, graças a Deus... mas até hoje quando vejo fotos de noivas com suas mães eu tenho aquela dorzinha, sabe? Tipo saudade do que não foi. Quem entende?
Hoje, graças a Deus novamente (e à terapia) eu estou muito feliz com minha mãe... adquiri um entendimento novo... a amo como ela é e sei que ela me ama! Muito! Nós temos muita vida pela frente, juntas!
  

A noiva e a Mãe
                                                Por Ludmila K. Tavares

Elas podem ser de todos os jeitos... 
A mãe controladora, que quer decidir do vestido ao buffet. E se comporta do mesmo jeito, esteja ela pagando ou não. Ela decide, exige, parece que o casamento é dela; mas no fundo só quer que seja tudo lindo e perfeito no dia da sua princesa. Quer proteger, quer cuidar, quer ajudar. Quer realizar o sonho da filha, quer dar o melhor.

Existe também a mãe "tô nem aí", não se envolve, parece não se importar, vai ajudar a escolher o vestido arrastada, diz que tá tudo lindo (ou tudo feio) e age como se nada importasse. Mas, muitas vezes, isso só esconde o medo que ela tem de perder sua filha, o medo de ficar longe. Ela acaba ficando distante como quem diz "viu, eu consigo te deixar ir", mas no fundo é só saudade, e um pouco de medo.

Tem a mãe que é filha... ela resolve esperar a época do seu casamento pra dar trabalho... reclama de tudo, nada está bom, bota dificuldade em qualquer coisa que você resolva fazer. Fica carente, quer atenção, descobre dores aqui e ali, inventa mil exames pra fazer e você tem que acompanhá-la. Mas, por dentro, essa mãe só esta surpresa com o quanto sua pequena cresceu. Sua menininha virou mulher e isso a deixa mesmo um pouco boba. De repente ela tem diante de si uma outra mulher, uma mulher linda e que vai se casar! Ela nem acredita, um dia desses pegava essa menina no colo. Ela se perde, nem sabe como agir diante dessa nova mulher que ela criou, formou, e ao mesmo tempo nem viu crescer.

Existe também a mãe bem resolvida, ela ajuda em tudo, participa de cada detalhe, passa horas confeccionando laços channel para os bem-casados, borda todos os panos de prato da filha, faz mil docinhos pro chá de lingerie, ajuda a escolher o vestido e ainda apazígua as pequenas discussões com o noivo. Mas a noite, sozinha, enquanto todos dormem, ela chora de saudade da filha que vai embora. Ainda que o ir embora seja morar na parte de cima da casa dela. Ela chora, e muito.

Tem ainda a mãe saudade... ela já se foi, mas está presente em cada pensamento de sua filha... praticamente decide todo o casamento, afinal, sua filha sempre acaba escolhendo pelo quesito "acho que minha mãe adoraria isso"... essa mãe é saudade, mas mesmo na saudade, está SEMPRE presente.

Tem mãe de todos os jeitos... desses aí e de outros que eu nem saberia descrever... mas o que todas elas tem em comum é que amam mais que tudo suas filhas... dariam a vida por elas, fariam tudo para vê-las felizes. Pois cada uma delas é MÃE, essa palavrinha tão pequena que é a maior expressão do amor.

***


A sua mãe se encaixa em algum desses tipos? Tem um tipo só dela? Conta pra mim nos comentários! Vou adorar conhecer a sua!

E agora, as lindas fotos que foram a inspiração desse post:







Um beijo grande para todas vocês! E como não sei se vai dar pra passar aqui amanhã... FELIZ NATAL para todas vocês!!!!
Lud

15 comentários:

Eliana Martins disse...

Que post lindo Lud...amei... sinceramente ainda não descobri como é minha mãe, acho que um pouco de todas, ajuda, reclama, da palpites e chora porque vou sir das asas dela...

bjos

http://comprandonossoape.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Ai Lud, vc sempre me emocionando....Olha, acho que a minha mãe foi a bem resolvida, só ajudou e não deu nenhum trabalho, me surpreendeu, pois ela costuma ser bem dramática, kkkkkkk, o que mais me marcou em relação a minha mãe no meu casamento: pedi muito pra ela nao chorar, pq isso de desestabilizaria totalmente, eu iria chorar copiosamente e não era esse o clima que queria dar pra minha cerimônia. Minha mãe é super chorona, achei q nunca atenderia esse meu pedido. Entramos juntas, pq não tenho pai, e foi tudo lindo, entramos sorrindo e exalando felicidade!!! Como é bom recordar.......

Bjus e Feliz Natal!
Laura

Suellen Machado disse...

Q post lindo, texto emocionanteee

http://eisounoiva.blogspot.com.br/

Cristiane Ferreira Gomes disse...

A minha é uma mistura da mãe controladora e da mãe filha!!!!! rsrsrsrsrsrsrs
Está me enlouquecendo!!!!

Tati disse...

Nossa Lud, fiquei muito emocionada com seu texto.
Graças a Deus tenho uma mãe muito boa e que está me ajudando e torcendo muito por mim. Sei que no fundo ela esconde aquela tristeza de me ver sair de casa, mas ela sabe que meu coração sempre será dela.
Obrigada mesmo por passar mensagens que nos faz refletir e se emocionar como eu estou agora. Você é uma pessoa muito iluminada e eu amei de verdade ter tido a oportunidade de te conhecer.

Beijos e um ótimo natal pra você e sua família.
Blog: Seremos Um

Tati disse...

Obs: não sei se é só comigo que está acontecendo, mas quando eu abro uma foto do post, desse e do anterior, ela não fecha mais e eu não consigo ver as próximas. Depois faz um teste pra você ver.

Bjs

Náthali Nunes disse...

Lud minha mãe foi to nem aí no meu casamento e no da minha irmã foi resolvida! kkk acho que se tiver uma filha quando ela for casar devo cuidado para não ser a mãe controladora.

Suzana disse...

Ai Lud sei bem do que vc fala, eu tenho uma relação muito boa com a minha mãe, mas passamos a nos entender melhor de uns 3 anos para cá. Com a minha filhota eu quero fazer diferente, quero ser a melhor amiga dela.
Quanto esta saudade do que não foi eu tenho com relação ao meu pai, mas o cristal quebrou e eu não sei se tem concerto.

Beijos, tenha um natal abençoado

Thaylaine Freitas disse...

Lindo texto amiga, belas palavras.
Olha, acho que minha mãe tem um pouquinho de tudo, vamos ver quando realmente estiver perto do casório como ela vai se portar.
Beijos lindona, e feliz natal :D

Debora disse...

Olá Lud tudo bem???

Fico feliz em saber que hj vc está bem com isso, pensa que quando vc engravidar sua mamis estará por perto e vc poderá fazer diferente do que foi na época do seu casamento... Sempre há oportunidades de fazer diferente só precisamos querer...

O texto é lindo, ADOREI!!!


Beijinhos e FELIZ NATAL!!!
Débora.
http://derbymotta.blogspot.com.br/

Thayná disse...

Ai Lud, você me fez chorar horrores com esse texto. Tô há meses sem ver a minha Mamis e ela é justamente idêntica a primeira que você descreveu, total controladora mas sei que é amor. Fico tão feliz pela sua mãe que tá mudando, torço muito por ela. As fotos da sua irmã com ela ficaram lindas e eu te entendendo perfeitamente com essa questão da irmã, tô vivendo isso nos preparativos da minha irmã, é tão chato. Mas tento lidar da melhor possível. Um feliiiiz ano novo, que Deus te abençoe muito linda e que seus sonhos se concretizem!

Fica com Deus flor! :*

Géssica (Kinha) disse...

Passando para desejar Feliz Natal atrasado e um 2014 lindo para você floor...!
Beijoo
;)

Cris disse...

Feliz Natal atrasado rs mas ta valendo kkkk
Que post lindo... fotos maravilhosas!
Bjos

Niinha Souza disse...

Luuuuud, que post lindo! Me emocionei ao encontrar minha mãe descrita em quase todos os tipos de mãe... Uma hora ela quer que decidir tudo, deixar as coisas do jeito dela... outra hora ela não quer nem que toque no assunto do casamento e briga comigo sem nenhum motivo... sem contar nos mimos que ela já fica preparando, querendo fazer ou me ajudar a fazer grande parte das coisas!
Essa fase é tão delicada, mas deliciosa!

beijo minha linda
http://ninhadolucas.blogspot.com.br/

Rita Meneses disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário